Artigos
Home >> Artigos

Marketing Pessoal: um capricho ou uma necessidade?
Mercados inconstantes, economias cada vez mais globalizadas, tecnologia superando a capacidade e expectativas do homem. Com grande rapidez às demandas existentes estão sendo superadas de forma decisiva, surgindo novas possibilidades.  Tudo isso tem como pano de fundo o homem e sua sede pelas descobertas, pelas aventuras, pelo novo, pelo poder, pelo status, pelo crescimento e transformação. 
Diante deste cenário tão agressivo o marketing pessoal dá ao homem uma nova ferramenta capaz de ajudá-lo a se apresentar diante deste contexto. Grande parte de todas as suas conquistas se traduzem na forma como ele aparece, se mostra e se apresenta. E sem que sua personalidade seja desestruturada ou que ele se mostre, apareça ou se apresente de forma inconveniente é preciso que haja muito discernimento, senso crítico, habilidade e atitudes coerentes com o ambiente onde ele estiver inserido.

Além da experiência profissional, a intelectualidade e ética estão cada vez mais decisivas nos processos de contratação, promoções e deslocamentos de talentos tanto dentro do país, quanto fora dele. Lembre-se: onde você estiver representando uma organização todos os valores, visões e crenças da mesma estarão em suas mãos, ou seja: na sua capacidade de ser integro e coerente com a postura que você vendeu em sua seleção para esta organização.  

Marketing Pessoal começa pela sua auto-imagem. Onde quer que você esteja é sempre melhor estar com pessoas alegres, atraentes e que pensam positivamente, do que lidar com mal-humorados de carteirinha e que se expressam no seu comportamento como se estivessem no apocalipse. Também é importante estar aberto para receber críticas sobre seu comportamento ou atitudes, pois na medida em que você se permite recebê-las, além do retorno importante para melhoria do seu comportamento, você se mostrará receptivo e aqueles que o cercam gostarão desta postura. Isto posto, é hora de você demonstrar que tem iniciativa e é capaz de, definidos os objetivos, persistir neles até transformá-los em resultados. Por isso outro fator importante é a motivação. E essa motivação deve vir de dentro de você, pois estas são mais duradouras e estão menos sujeitas às intempéries dos fatos externos. Fique atento às oportunidades de ajudar, participar, colaborar e seja gentil e prestativo com as pessoas. Todos nós gostamos de ser bem tratados e quando falamos em “todos nós” somos todos nós mesmos e não somente aqueles que interessam no processo de alavancagem da carreira. Exclusão é um péssimo negócio para o seu marketing pessoal, nunca se esqueça disto.
Autoridade, pontualidade, aparência física, cuidados com o corpo, apresentação, disciplina, saber falar, ouvir e entender bem antes de emitir sua opinião, ser coerente com o que está se falando, tudo isto está intimamente ligado à competência e marketing pessoal.  E para isto, não basta ser, é preciso se mostrar como tal e os aspectos acima serão diferenciadores na hora de uma decisão para contratação, promoção, transferência ou até mesmo um aumento salarial.

Mas não espere que isto tudo aconteça da noite para o dia. Você precisará de muita disciplina para mudar hábitos, rotinas, jeitos e até mesmo posturas. O que importa é que tudo isto esteja coerente com uma visão de crescimento e melhoria contínua da sua pessoa. Faça uma reflexão honesta com você mesmo. Veja todos os seus pontos fortes e persista em mantê-los e melhorá-los. Identifique as oportunidades de melhoria em seu comportamento, jeito de ser e de agir. Desenvolva metas de melhoria que se traduzam em resultados progressivos. Não tente virar um super-homem de uma única vez. Vá aos poucos, mas avance sempre, até que os novos hábitos e costumes incorpore no seu jeito de ser. Na medida em que você vai caminhando, as pessoas começarão a perceber as mudanças e se abrirão para uma maior aproximação.  Sua rede de relacionamentos crescerá e com ela uma infinidade de oportunidades surgirá para ajudá-lo na sua vida profissional e até mesmo pessoal.

O desenvolvimento de um plano para seu marketing pessoal é fácil, não precisa e nem deve ser visto como uma coisa mirabolante. Comece a pensar e muitas idéias surgirão. Não perca tempo resistindo a situações que você já identificou como mudanças necessárias. Haja! Porque lá fora o mundo continua girando e aqueles que querem um espaço neste cenário, estão lutando continuamente para gerarem novas oportunidades, serem atrativos e garantirem presença no mundo dos negócios e do sucesso.

Construa já o planejamento para o seu marketing Pessoal. As oportunidades te encontrarão muito mais rápido do que você poderá imaginar.

Ramon Marra
Psicopedagogo
e-mail: ramonmarra@hotmail.com

  • Boletim Atos RH
    cadastre o seu e-mail